Home / ESPORTES / Golberto? Camisa 9 do Bahia é 3º artilheiro do Brasil no ano

Golberto? Camisa 9 do Bahia é 3º artilheiro do Brasil no ano

Gilberto marcou oito gols em sete jogos em 2019, média superior a um por partida

O desempenho do Bahia neste início de temporada não tem sido lá dos melhores. Em momento de ajustes e de observação de jogadores com o rodízio promovido por Enderson Moreira, o tricolor tem sofrido em algumas partidas. Mas se tem uma coisa da qual o torcedor não pode reclamar é do faro de gol do atacante Gilberto. Ou “Golberto” para os mais íntimos.

Artilheiro do Bahia na temporada com oito gols em sete partidas, o camisa 9 tem chamado a atenção. E não é para menos. A média do atacante é de 1,14 gol por jogo, a melhor de Gilberto desde que ele iniciou a carreira profissional.

Para ter uma ideia, no Brasileirão do ano passado o centroavante marcou nove gols com a camisa tricolor, mas para isso precisou de 25 jogos, uma média de 0,36 gol por jogo, um terço da atual. Há de ser levado em conta que 21 das 25 partidas foram pela Série A, em que o grau de dificuldade é maior.

Nas temporadas 2011 e 2015, o atacante precisou de 11 jogos para anotar oito gols por Santa Cruz e Vasco, respectivamente. Atuando pelo São Paulo, em 2017 Gilberto também conseguiu bons números, mas só marcou os seus primeiros oito gols no ano depois de 16 duelos.

Gilberto aparece no top 3 dos artilheiros do Brasil no ano. Fica atrás de Edson Cariús, do Ferroviário, que já balançou as redes 10 vezes em nove jogos, e de Ricardo Oliveira, do Atlético-MG, que fez nove gols em apenas cinco partidas.

No elenco do Bahia, quem chega mais perto dele na artilharia é o meia Shaylon, que tem três marcados.

Gols que salvam
Além da boa quantidade, os gols anotados por Gilberto têm sido decisivos para o Bahia em 2019. No clássico contra o Vitória, que terminou empatado em 1×1, ele fez a alegria da torcida ao marcar de bicicleta. Diante do Santa Cruz, dois gols que valeram o triunfo fora de casa, o primeiro da equipe na Copa do Nordeste.

Pelo Copa do Brasil, o camisa 9 mostrou oportunismo ao balançar a rede duas vezes no empate em 2×2 com o Rio Branco, na Arena da Floresta, que garantiu o Esquadrão na segunda fase do torneio.

As outras vítimas foram Juazeirense, duas vezes, na goleada de 7×1, e CRB, no empate de 1×1, ambos na Fonte Nova. Gilberto passou em branco diante do Jacobina e do Liverpool do Uruguai.

Veja também

Semifinais do Nordestão estão definidas; veja os confrontos

Os quatro semifinalistas da Copa do Nordeste 2020 estão definidos. Neste sábado (25), com a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *