Home / Destaques / Chuva regular pode dar recorde à soja

Chuva regular pode dar recorde à soja

A expectativa de uma distribuição de chuvas adequada ao crescimento da safra no oeste baiano projeta um aumento de mais de dois milhões de toneladas na produção de soja, incluindo também os estados de Maranhão, Tocantins e Piauí.

A produção de soja do Brasil na temporada 2019-2020 poderá bater o recorde histórico, com aumento de 6,6%, sinalizando a recuperação da produtividade média após o desapontamento geral da safra 2018-2019.

A previsão de 125,70 milhões de toneladas de grãos é o resultado conjunto de uma pesquisa com 12 consultorias e instituições especializadas, ampliando a expectativa média de 122,6 milhões até então verificada.

Embora as projeções variem, é certo que o número final será superior à estimativa oficial do governo, pois a pesquisa antecipa-se aos dados oficiais com o crescimento médio de 2,3% de área plantada.

A torcida é para não se repetir o veranico de dezembro do ano passado, capaz de subtrair pelo menos 10 milhões de toneladas do total da safra, de acordo com os chefes de consultoria.

Campeão mundial – Campeão mundial em exportação de soja, o Brasil vai superar com folga os Estados Unidos também na produção, já que os estadunidenses estão com colheita 2019-2020 estimada em 98,87 milhões de toneladas, após problemas no plantio.

A lógica deste ano é que o plantio não seja tão rápido, voltando a ter um ritmo dentro da média: com a confirmação de chuvas mais regulares, a garantia de boa produtividade vai fortalecer as chances de conquista de novos mercados para o produto.

Nós que representamos a bandeira anticorrupção do Presidente. Eu tentei convencê-la [Selma Arruda] a ficar (…) Quem tem que cair fora do PSL é o Flávio, não ela. Gostaria que ele saísse hoje mesmo

Apex busca parcerias

Os representantes do agronegócio e do setor de alimentos e bebidas conheceram o trabalho desenvolvido pela Apex-Brasil para fortalecer o otimismo em relação às oportunidades de exportação. O seminário chamado “Exportagro”, realizado em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado na sede da Fieb e teve transmissão ao vivo via internet em sistema de teleconferência para os representantes do setor produtivo do interior.

Um dos destaques do encontro foi a alteração do relacionamento com a China, uma das principais compradoras de soja do oeste baiano, cujo mercado poderá alargar-se com novos parceiros comerciais de outros países da Ásia, Oriente Médio e Oceania.

Boato desmentido

Juntas, a Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) checaram a procedência de um vídeo que circula pelas redes sociais, segundo o qual uma pedra preciosa (diamante ou esmeralda, a depender da postagem) de uma tonelada teria sido apreendida pelo Exército e pela Polícia Federal sob posse de uma ONG na Amazônia.

No entanto, nenhuma das afirmações é verdadeira. A pedra no vídeo é na verdade um cristal rutilado e foi encontrado em Novo Horizonte (BA) ano passado. A CBPM e a SDE confirmaram a informação com o geólogo Osmar Martins, que é consultor no setor de pedras preciosas para diversas empresas e para a Cooperativa de Produtores de Novo Horizonte.

Veja também

Bahia tenta façanha inédita no Nordestão

Em busca do quarto título da Copa do Nordeste, o Bahia entra em campo nesta terça-feira, contra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *