Home / Destaques / Tyson diz que não evitará nocaute em Roy Jones: “Se a oportunidade vier, estou sempre procurando”

Tyson diz que não evitará nocaute em Roy Jones: “Se a oportunidade vier, estou sempre procurando”

A imprensa americana afirma que, por contrato, nocaute está proibido na luta de exibição entre Mike Tyson e Roy Jones Jr., em setembro. Mas Tyson parece não estar muito apegado à cláusula, pelo menos no discurso. Abordado pela reportagem do tabloide TMZ, o ex-campeão dos pesos-pesados disse que não vai diminuir o ritmo se tiver a chance.

– Se a oportunidade vier, estou sempre procurando (o nocaute). (…) É procurar e destruir, e estou ansioso para retomar minha glória – disse Tyson, ao deixar a academia onde treina em Los Angeles.

Questionado sobre a preocupação do também ex-lutador George Foreman de que ele ou Roy Jones Jr. poderiam se machucar nessa empreitada, uma vez que os dois já passaram dos 50 anos, Tyson lembrou que o próprio Foreman teve essa preocupação quando voltou aos ringues. Após se aposentar aos 28 anos, ele voltou a lutar aos 38, foi campeão mundial aos 45 e parou novamente aos 48.

– Nós (ele e Roy) dois somos profissionais. Sabemos como lidar, e o que acontecer, aconteceu. (…) Estou falando de luta, estou falando de machucar pessoas.

– Vai ser uma luta entre dois caras onde um vai querer dar um show, e o outro vai querer arrancar a cabeça (risos)… O Roy Jones Jr. é um cara que busca a luta, o Capitão Hook (“Gancho”), mas o Tyson busca nocautear. Por mais que seja uma exibição, como estão falando, quando chega no alto calibre desses caras, qualquer golpe no queixo derruba. Alguém vai cair. Eu acho. E não é o Tyson (risos).

Veja também

Domènec Torrent comanda primeiro treino no Flamengo

Fim das formalidades. Agora, é mão na massa. E Domènec Torrent já começou o trabalho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *