Home / CULTURA / Orquestra Neojibá encanta público em apresentação no Parque Ecológico de Lauro de Freitas

Orquestra Neojibá encanta público em apresentação no Parque Ecológico de Lauro de Freitas

 

 

 

 

Para cada canto do Parque Ecológico de Lauro de Freitas que se olhava, neste domingo  (15), foi possível ver uma apresentação artística diferente. O verde das árvores, o canto dos pássaros e os piqueniques, características marcantes do lugar, abriram espaço para rodas de capoeira, contação de histórias, apresentações de tecido acrobático, e um show especial da Orquestra Irmã Dulce, núcleo de Simões Filho da Neojibá. As apresentações fazem parte do Projeto Trilha das Artes, que acontece no parque até o dia 12 de janeiro, sempre aos sábados e domingos.

De olhos vidrados e ouvidos atentos, o público, formado por pessoas de todas as idades, se emocionou com grandes clássicos da música erudita, composições de nomes como Mozart e Vivaldi, executadas por jovens da Orquestra Neojibá sob a regência do maestro Alexandre Guimarães. A apresentação foi encerrada com músicas natalinas conhecidas do grande público. Morador do Bairro de Buraquinho, em Lauro de Freitas, o maestro ressaltou que o repertório foi escolhido com leveza, para ser acolhedor e acessível a todos os públicos.

Mestre de cerimônia das duas edições do projeto, o ator Jackson Costa destacou a importância do projeto e o cuidado da gestão com o parque. “Fiquei impressionado por voltar aqui e ver o desenvolvimento deste lugar. Significa que estão cuidando bem do espaço. Nem em Salvador, que tem uma história pela cultura indígena, portuguesa e africana, se tem um projeto desses. Toda arte e cultura veem do contato do homem com a natureza, se você desconectar o homem da natureza ele vai buscar inspiração onde?” O ator recitou poesias de grandes poetas brasileiros, como Patativa do Assaré, Antônio Cícero e Castro Alves.

O Maculelê, o Samba de Roda e a Capoeira ficaram por conta do Mestre Ferrugem. Capoeirista há 35 anos, o mestre levou ao parque as crianças e jovens da Associação de Capoeira da Amizade para se apresentarem no projeto “Amamos esse parque, sempre estamos aqui. Nosso objetivo é desenvolver a nossa cultura junto com as crianças, para tirar elas das ruas e do mau caminho. A gestão atual abraçou os capoeiristas de Lauro de Freitas, e isso nos ajuda a desenvolver estes projetos.” A associação trabalha com 70 crianças no Colégio Vereador José Ramos, na Comunidade de Pouso Alegre, bairro da Itinga.

A prefeita Moema Gramacho parabenizou o trabalho da Neojibá e de todos os artistas que participam do projeto, e reafirmou a importância do parque, que foi completamente reconstruído no início de sua gestão. “Aqui é um lugar de integração entre o ser humano, o ser social, e o meio ambiente. O parque cumpre esse papel, de cuidar da natureza, e de trazer para cá a população de Lauro de Freitas para viver esse momento de paz, de confraternização e de conexão com a natureza.” O espaço tem 70 mil metros quadrados remanescente de Mata Atlântica e é gerido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH).

“Este projeto, que está em sua segunda edição, surgiu para trazer as famílias para se confraternizarem aqui no parque, e tivemos o cuidado de fazer uma programação atraente para todos os tipos de público, trazendo as manifestações artísticas associadas a educação ambiental. Todos os municípios deveriam ter a sensibilidade que a nossa gestão tem, de promover o encontro das pessoas com a nossa origem, a natureza, educando o público a ter um olhar diferente para o meio ambiente”, declarou o secretário  Alexandre Marques, que está à frente da SEMARH.

Filha de músico, Nádia Matos, 40 anos, moradora do Bairro de Pitangueiras, não conhecia o projeto, mas ficou encantada com a iniciativa. “Já conhecia o parque, mas é a primeira vez que venho no Trilha das Artes. Acho uma proposta muito bacana, e quero voltar mais vezes.” Leandro Gonçalves, esposo de Nádia, também fez questão de elogiar o projeto, e garantiu que as atrações também agradaram ao filho Bento, de um ano e meio.

Saiba como participar

As atividades do Projeto Trilha das Artes acontecerão nos dias 21 e 22 de dezembro, e 4, 5, 11 e 12 de janeiro, das 9h às 17h. A programação conta com apresentações de dança, teatro, música, terno de reis, arte circense, poesia e contação de histórias. A entrada é gratuita e não é permitido o consumo de bebidas alcoólicas no interior do parque. A expectativa é que o projeto receba em torno de sete mil visitantes por dia, repetindo o sucesso do ano passado.

Veja também

Domènec Torrent comanda primeiro treino no Flamengo

Fim das formalidades. Agora, é mão na massa. E Domènec Torrent já começou o trabalho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *