Home / Destaques / Mais de 18 mil servidores estaduais vão receber reajuste salarial

Mais de 18 mil servidores estaduais vão receber reajuste salarial

Mais de 18 mil servidores estaduais vão receber reajuste salarial de até 20,99% a partir de 31 de outubro, retroativo a 1º de agosto. A medida é o resultado do acordo firmado pelo Governo do Estado om auxiliares e técnicos administrativos de diversos órgãos, incluindo ativos, aposentados e contratados sob o Regime Especial de Direito Administrativo (Reda). A reestruturação da tabela de vencimentos dos servidores que recebiam salário básico abaixo do mínimo atual – sem contar as gratificações – e trabalham em regime de 40 horas está na Lei 14.165, sancionada pelo governador Rui Costa na última terça-feira, 23.

Segundo levantamento da Secretaria Estadual da Administração (Saeb), a nova lei vai gerar um impacto de R$ 50,4 milhões para os cofres públicos em 2019. No ano que vem, a despesa com o reajuste salarial será de R$ 110,3 milhões.

Além do reajuste, o governador Rui Costa destacou que a Bahia está fora da lista de estados que aderiram ao programa de renegociação de dívidas do Governo Federal e não cumpriram com o teto de gastos estabelecido contratualmente. A informação foi divulgada esta semana, pela Secretaraia do Tesouro Nacional.

Sobre o reajuste

O acordo que gerou a lei foi firmado pelo governo estadual com a Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab), a Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (Afpeb), o Sindicato dos Servidores da Fazenda do Estado da Bahia (Sindsefaz), o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde), o Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb) e o Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindipoc).

De acordo com a lei sancionada pelo governador, a medida vai significar um ganho médio salarial para auxiliares e técnicos administrativos de 20,99% e 19,35%, respectivamente.

Veja também

Governo prepara MP para bancar parceria e produção de 100 milhões doses da vacina de Oxford no Brasil

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (3) que estuda uma medida provisória (MP) para viabilizar as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *