Home / Destaques / Lençóis e Jacobina decretam emergência após chuvas com desabrigados

Lençóis e Jacobina decretam emergência após chuvas com desabrigados

Ruas alagaram, pontes e casas ficaram destruídas; prefeituras contabilizam prejuízos

 Em Jacobina, choveu 180 mm, segundo a Prefeitura (Foto: Antonio Maia/Divulgação)

Moradores das cidades de Lençóis e Jacobina, na região da Chapada Diamantina, viveram momentos de apreensão na madrugada desta terça-feira (2), devido às fortes chuvas que derrubaram pontes e casas e deixaram cerca de 20 famílias desabrigadas, o que levou as prefeituras desses municípios a decretar situação de emergência. Não houve feridos.

Com mais de 80 mil habitantes, Jacobina foi a mais atingida. Segundo informações da prefeitura, caíram na cidade 180 mm de chuva – a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) divulgou 140 mm, e o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), 110,4 mm.

O Rio do Ouro, que corta o município, transbordou e em algumas partes da cidade, como no bairro Leader (o mais atingido), as águas chegaram a quase 1 metro. Segundo a prefeitura, três casas foram parcialmente ao chão, e as famílias tiveram de ser resgatadas às pressas. Elas foram levadas para casas de parentes.

“Num desses resgates, tivemos de fazer uma mobilização maior porque havia uma mulher cadeirante que estava numa cama. A casa dela foi invadida pelas águas, e, se não fizéssemos o trabalho com rapidez, poderia ter sido pior”,

disse o engenheiro civil Vinícius Sampaio, coordenador da Defesa Civil local.

Duas pontes sobre o Rio do Ouro estão interditadas devido aos danos causados pela enxurrada, que as derrubou em parte. Uma delas dá acesso a uma escola infantil e a outra a uma residência – ambas ficam na área urbana do município. Numa área mais central, a prefeitura interditou outra ponte parcialmente destruída.

O aguaceiro levou boa parte do calçamento das ruas e da estrutura de concreto que fica no logradouro à margem do Rio do Ouro. Uma parte dela cedeu, devido à força das águas, formando uma cratera. Vários estabelecimentos comerciais foram invadidos pelas águas, causando um prejuízo ainda inestimado.

A Defesa Civil do município registrou dois desmoronamentos no bairro da Bananeira e eminência de desabamento em uma residência no bairro Serrinha. Na região central houve inundações na praça Rio Branco, rua Senador Pedro Lago, praça Getúlio Vargas (Mercado Velho) e avenida Orlando Oliveira Pires.

Fonte: Correio24hs

Veja também

Domènec Torrent comanda primeiro treino no Flamengo

Fim das formalidades. Agora, é mão na massa. E Domènec Torrent já começou o trabalho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *