Home / Destaques / Bahia tenta façanha inédita no Nordestão

Bahia tenta façanha inédita no Nordestão

Em busca do quarto título da Copa do Nordeste, o Bahia entra em campo nesta terça-feira, contra o Ceará, com o desafio de superar a boa vantagem do adversário e fazer o que nunca conseguiu na história da competição: reverter derrotas em decisões. Com quatro vice-campeonatos, o Tricolor jamais superou o placar adverso nos primeiros jogos para ficar com os títulos. Em Pituaçu, às 21h30, tem nova oportunidade de quebrar a marca negativa e, com isso, ganhar – ao lado do Vitória – o status de maior campeão do Nordestão.

Na história da Copa do Nordeste, o Bahia acumula três títulos, conquistados em 2001, 2002 e 2017. Em nenhuma destas conquistas teve que reverter derrotas em partidas de ida, situação que aconteceu nos vice-campeonatos de 2018, 2015, 1999 e 1997.

Mas a própria história da Copa do Nordeste mostra que superar derrotas nos jogos de ida é algo raro. Em decisões com duas partidas, apenas o América-RN, em 1998, conseguiu reverter o 2 a 1 aplicado pelo Vitória no primeiro jogo e ficou com o título.

Títulos do Bahia na Copa do Nordeste:

  • 2017 – Empatou com o Sport na ida e venceu por 1 a 0 na volta;
  • 2002 – Venceu o jogo de ida por 3 a 1 e empatou na volta em 2 a 2;
  • 2001 – Venceu o Sport em jogo único por 3 a 1.

Vice-campeonatos:

  • 2018 – Perdeu jogo de ida para o Sampaio Corrêa por 1 a 0 e ficou no empate sem gols na volta;
  • 2015 – Perdeu o jogo de ida para o Ceará por 1 a 0 e também a volta, por 2 a 1;
  • 1999 – Perdeu o jogo de ida para o Vitória por 2 a 0 e ganhou de 1 a 0 na volta;
  • 1997 – Perdeu jogo de ida por 3 a 0 para o Vitória e venceu na volta por 2 a 1.

Com este desafio para o Bahia pela frente, também fica a dúvida sobre o time que o técnico Roger Machado vai mandar a campo logo mais. O treinador tem alguns jogadores em baixa e pode modificar o time titular para o jogo de logo mais. O mais cotado para ganhar uma vaga é o atacante Rossi.

Veja também

Domènec Torrent comanda primeiro treino no Flamengo

Fim das formalidades. Agora, é mão na massa. E Domènec Torrent já começou o trabalho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *