Home / Destaques / Arrecadação do turismo baiano apresenta alta de 12,7%; veja detalhes

Arrecadação do turismo baiano apresenta alta de 12,7%; veja detalhes

A arrecadação dos serviços ligados ao turismo da Bahia apresentou uma alta de 12,7% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Secretaria Estadual da Fazenda. O montante arrecadado chegou a R$ 1,8 bilhão, segundo os dados apresentados por Fausto Franco , da secretaria de Turismo e Walter Pinheiro, secretário de Planejamento, durante o lançamento do Observatório do Turismo da Bahia.

O aumento expressivo da atividade turística ocorreu em diversas áreas do segmento, dentre elas destacamos o fluxo de passageiros nos aeroportos, taxa de ocupação na rede hoteleira, geração de empregos, e arrecadação. Na Bahia, o fluxo de passageiros internacionais em aeroportos, em 2019, cresceu em média 9,5% com 119 mil pessoas trafegando. Os passageiros brasileiros apresentaram uma redução de 4,8%, com dois milhões de pessoas trafegando. No trimestre houve uma redução de 4,2% e no ano 4,5%.

Em relação ao porto de Salvador o movimento também foi positivo. Segundo os dados, os transbordos aumentaram em 20,8%, alcançando 99 mil passageiros. Os embarques apresentaram uma redução de 38,8%. E desembarques 62,6%. No ano houve um crescimento de 9,3% do segmento na Bahia.

A taxa de ocupação da Bahia também apresentou uma melhora. No terceiro trimestre a taxa de ocupação chegou a 61,6% e no ano 62,4%. A Arrecadação de ICMS também apresentou uma melhora expressiva. Os segmentos de transporte de travessia intermunicipal, interestadual e internacional apresentaram uma alta de 11,3%. Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares 18,5% e restaurantes e similares 20,6%. As quedas ficaram com locação de outros meios de transporte sem condutor com 24,3% e locação de automóveis sem condutor 11,8%. No ano arrecadação foi de R$ 1,8 bilhões. No ano houve uma alta de 11%, no trimestre 12,4%.

Em relação a geração de empregos o sudoeste do estado e a costa dos coqueiros foram as regiões mais agudas para geração de empregos ligados ao turismo segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). A Bahia de todos os santos e os lagos e Cayons do São Francisco apresentaram quedas. O rendimento médio do vale do Rio São Francisco apresentou uma alta de R$ 2.083. Os caminhos do Jequiriçá tiveram alta de R$ 1087. Nas zonas no trimestre R$1240 de alta.

Veja também

Domènec Torrent comanda primeiro treino no Flamengo

Fim das formalidades. Agora, é mão na massa. E Domènec Torrent já começou o trabalho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *