Home / Destaques / Após reivindicação da UPB, governo da Bahia dobra valor do transporte escolar

Após reivindicação da UPB, governo da Bahia dobra valor do transporte escolar

Após a queixa feita pelo presidente da UPB, o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), o governador Rui Costa (PT) enviou na manhã deste sábado (17) o secretário da Educação, Walter Pinheiro, ao Encontro de Prefeitos em Salvador para anunciar o acréscimo de 100% no valor repassado aos municípios para o custeio do Programa Estadual do Transporte Escolar (PETE/BA). Na Bahia, cerca de 400 municípios têm o serviço pactuado com o governo estadual.

A notícia foi comemorada pelos prefeitos. “Queremos agradecer ao governador e ao secretário Pinheiro. Os municípios praticamente pagavam para transportar os alunos da rede estadual de ensino, porque o valor era muito pequeno. Com essa correção, com certeza, vai dar para a gente fazer com tranquilidade”, destacou o presidente da UPB, Eures Ribeiro, que há três meses negocia com o governo a ampliação do repasse.

De acordo com Pinheiro, “o governador pediu que fizéssemos as contas e visse a possibilidade de aportar um recurso a mais para ajudar os municípios. Portanto, do valor que nós pagamos em 2017, em 2018 será com 100% de acréscimo”, afirmou.

Na mensagem direcionada aos prefeitos, o secretário listou ainda uma série ações direcionadas à educação nos municípios, a exemplo da mudança pedagógica que ofertará em todos os municípios do estado “cursos de educação profissional, cursos de curta duração e que tenham sintonia territorial com a realidade dos alunos”.

Além disso, Walter Pinheiro relatou o desafio do governo em ampliar a rede de internet oferecida nas escolas do interior e revelou que Rui Costa acaba de autorizar a abertura de negociação com operadoras de celular para ampliar a cobertura de telefonia nos municípios, chegando a 100% da cobertura.

Veja também

Governo estuda prorrogar auxílio emergencial até dezembro

Com a demora nas discussões sobre a criação do novo programa social do governo – …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *